Uma das coisas que mais me deixa feliz na atual modinha saudável/fitness é a velocidade de disseminação e abrangência que as informações sobre alimentação saudável. Claro que, como sempre, existem muitas inverdades e extremismos que circulam, como se fossem verdades sedimentadas. Mas existem outras tantas informações verdadeiras e de qualidade que, ainda bem, tomam as mesmas proporções. Uma das minhas grandes recomendações para quem se interessa por alimentação saudável, é assistir o documentário Muito Além do Peso. Ainda que a proposta original tenha sido falar sobre a publicidade para alimentos infantis, o documentário fala de tantas outras coisas, de uma forma tão didática e clara, que eu acho que deveria ser assistido por todas as pessoas que estão minimamente envolvidas com uma alimentação de qualidade. #ficaadica Eu mesma já falei um pouquinho sobre ele neste post – Muito, muito além do peso, no início deste ano.

Mas hoje o assunto é sobre outro documentário. Estes dias resolvi assistir o Hungry For Change, que há muito tempo já estava na minha lista de pendências.  O ponto central do Hungry for Change é falar sobre a composição dos alimentos industrializados, e o que o consumo exagerado destes alimentos (em especial pelas quantidades de açúcar e aditivos alimentares) podem nos causar. E o filme termina com uma mensagem otimista, nos mostrando algumas maneiras de viver de forma mais saudável. Recomendo também para todos, mas em especial para aqueles que adoram um docinho e não abrem mão de consumir com frequência.

Mas ainda que, teoricamente, os dois documentários se proponham a falar sobre temas bastante diferentes, em muitos momentos o Hungy For Change lembrou-me o Muito Além do Peso; a abordagem é igualmente clara e didática e tem até uma parte que é igual, quando ambos reproduzem um trechinho de uma palestra do Jamie Oliver, falando sobre o consumo de açúcar por crianças (que aliás, é também um banho de realidade… Dá para assistir toda a palestra dele neste link)

Recomendo muito que, qualquer pessoa que tenha a intenção de viver de forma saudável, que se interesse pelo tão abrangente tema “alimentação e nutrição” e tenha o mínimo de curiosidade de saber o que está consumindo nos alimentos industrializados, assista os dois documentários. Por fim, a sensação que fiquei ao término do Hungry For Change foi a mesma que fiquei com o documentário anterior:

estão cada vez mais claros os infinitos motivos e argumentos que temos para evitar/abolir/extinguir o consumo de alimentos industrializados e apelar diariamente para os in natura.. Prática alimentar primitiva e natural, que jamais deveríamos ter largado.

Para assistir o Hungry For Change: Parte 1Parte 2 , Parte 3, Parte 4, Parte 5 – e  o site oficial é este aqui

Para assistir o Muito Além do Peso: Site Oficial

Não existem comentários ainda.

Dúvida? Opinião? Sugestão? Deixe um comentário!