Irritação, estresse, mau humor. O frio me deixa de mau humor. É normal, acontece, nas melhores famílias, dias ruins são tão importantes quanto dias bons. Mas se estes sentimentos de indisposição social são frequentes, talvez seja a hora de procurar ajuda. Pode haver relação com um quadro de ansiedade ou depressão, e por isso é necessário estar acompanhado por uma equipe multidisciplinar. Mas se os sintomas são pontuais, saiba que investir em algumas atitudes e escolhas alimentares pode até salvar seu dia!  Serotonina Certamente você já ouviu falar nela, mas talvez a importância desta substancia na sua rotina não esteja tão clara. A serotonina é um neurotransmissor responsável por inibir a raiva e agressão, e controlar nosso humor, sono e até fome e apetite. Em resumo, a serotonina é uma das grandes responsáveis pela nossa sensação de bem estar. Por isso, quando a serotonina estar baixa, pode ser uma das causas do mau humor, ou ...

Continuar lendo...

Semana de provas, entrega de trabalhos, vestibulares, trabalho de conclusão de curso... são tantas exigências que as exatas 6 semanas que restam até o final do ano parecem ser mais longas e atribuladas do que o ano inteiro. Por isso, os estudantes procuram mil maneiras de fazer render ao máximo cada minuto precioso de estudo. A boa notícia é que há inúmeras estratégias alimentares e alimentos que podem e devem ser usados como instrumentos para potencializar os efeitos de memória, concentração e cognição de quem está nesta fase. Quer ver? Atendendo a pedidos, segue um exemplo de cardápio funcional para os estudantes aflitos arrebentarem em todas as provas e testes que estão se aproximando: Repare que as refeições estão fracionadas. Isto porque longos períodos em jejum podem privar seu cérebro de energia, e reduzir seu rendimento em termos de raciocínio, atenção e concentração.   E aqui, relacionando o alimento com sua propriedade, entenda o ...

Continuar lendo...

Hoje a motivação é pra vida. Vale para comportamentos, pensamentos, trabalho, pessoas, angústias, medos, relacionamentos, alimentos... Pare de colocar intensidade naquilo que não te preenche, que não faz sentido, que não faz seu coração bater. Encontre o que faz você feliz, e isso sim será multiplicador de alegrias.

Continuar lendo...

Mandioca, macaxeira, aipim.. A variedade de nomes que este tubérculo pode ter pelo Brasil acentuam ainda mais sua origem brasileiríssima. Mas independentemente da forma que você a chamar, existem inúmeros motivos para que você tenha, com frequência, a mandioca no seu cardápio. Este alimento considerado hipercalórico é normalmente riscado da lista de quem quer cuidar do peso. No entanto, ainda que tenha mesmo um valor calórico mais elevado, ao contrário do que muita gente pensa, a mandioca é é rica em fibras. As fibras fazem com que toda a energia de seu carboidrato seja liberada pouco a pouco para o organismo, efeito este que ajuda no controle da glicemia, aumenta a sensação de saciedade e é ótimo para quem pratica atividades físicas por tempo prolongado (pois a energia que é liberada gradualmente mantém o ritmo do exercício, sem fadiga). Além disso, ao promover a regulação do funcionamento intestinal, a mandioca aumenta ...

Continuar lendo...

Por sugestão de uma leitora, fiz uma pesquisa para encontrar formas saudáveis de substituir o açúcar em receitas de sabor doce, mas sem usar açúcares diferentes (como demerara ou mascavo, por exemplo), mel ou adoçantes. Até me surpreendi, pois encontrei ótimas opções, que com certeza deixam a receita menos calórica e muito mais saudável: #especiarias São temperos e condimentos que realçam os sabores. Muito se engana quem acha que especiarias são apenas para pratos salgados. A canela, por exemplo, é muito indicada para receitas de bolos e biscoitos e, por acentuar o sabor doce, pode substituir de 1/3 a ½ da quantidade de açúcar. O gengibre combina muito com receitas mais cítricas, em especial aquelas que levam frutas como maçã ou pera. O anis estrelado é recomendado para substituir parte do açúcar em pudins, sem alterar a textura ou sabor. A baunilha atua como a canela, reforçando o sabor doce, e pode ...

Continuar lendo...

Uma das grandes queixas de muitas pessoas que buscam a perda de peso e/ou alimentar-se de forma mais saudável é a dificuldade em reduzir o consumo  de carboidratos refinados (como pão branco, macarrão, torradas, bolachas) e/ou  doces e açúcares. Muitas vezes reduzir o consumo parece ser simples, mas existe uma grande resposta metabólica e neurológica por trás do consumo destes alimentos. Já existem estudos que mostram que a vontade ou fissura por doces pode ser considerada tão séria quanto o alcoolismo e tabagismo, e não é raro ser comparada ao vício da heroína – com direito a picos de compulsão e síndrome de abstinência inclusive. Não se sabe exatamente quais podem ser os gatilhos para o início do consumo de carboidratos ou alimentos açucarados, mas é possível que alguns deles sejam estrese, ansiedade ou até períodos prolongados de jejum – estudos sugerem que a queda de glicemia causada por longos jejuns ...

Continuar lendo...

Seja sua ou de alguém que está por perto, a TPM por muitas (e muitas) vezes é um incômodo geral.... Temida por muitos homens, vivida por muitas mulheres, a tensão pré-menstrual (TPM) é com certeza um período de fortes emoções. A TPM (também conhecida como síndrome pré-menstrual) é um período caracterizado por sinais físicos, cognitivos e emocionais que ocorrem entre o 14º e 28º dia do ciclo menstrual. Estes sintomas, presentes em grande parte do público feminino, diminuem rapidamente com o início do fluxo menstrual. É muito comum as mulheres relatarem ansiedade, compulsão por doces, inchaço e choro fácil como sintomas clássicos da TPM e que definitivamente atrapalham o controle alimentar. Os principais sinais (dentre os mais de 200 já descritos!!) foram divididos em 4 grupos e classificados conforme tipos diferentes de TPM. Não é raro mulheres apresentarem sintomas variados entre os tipos de TPM, mas, normalmente, cada mulher tem mais latente um tipo ...

Continuar lendo...