Uma das formas mais interessantes de garantir uma boa alimentação e variedade de nutrientes é prestando atenção ao colorido do prato todos os dias. Parece até uma regra boba, uma espécie de brincadeira usada para estimular as crianças a manter uma alimentação variada. Mas a verdade é que um prato colorido é, de fato, muito mais saudável do que uma refeição monocromática. O que dá cor ao prato? Os responsáveis por dar cor aos alimentos são compostos bioativos. Compostos bioativos são substâncias presentes em frutas e vegetais e que trabalham em favor da nossa saúde e bom funcionamento do organismo como um todo. Alguns compostos bioativos conhecidos são isoflavonas, carotenoides, resveratrol, catequinas, e cada um deles promove um benefício específico à saúde. Ou seja, a cor dos alimentos é fator importante na alimentação e para garantir uma boa variedade de nutrientes e os mais diversos benefícios à saúde, é preciso investir em ...

Continuar lendo...

"Vou começar a fazer atividade física, o que comer antes e depois do treino?" Esta é uma pergunta recorrente nos emails que recebo dos leitores do blog, dos pacientes em consultório, e até entre amigos. E como quase tudo no mundo da nutrição, a resposta é: Depende!  Depende do seu peso e objetivo com a atividade física; Depende do tipo de atividade física que está sendo feita; Depende da duração e intensidade da atividade física; Depende das suas refeições anteriores e da programação das próximas; Depende do que você gosta de comer, como está sua digestão e absorção; Depende do seu estado geral de saúde.... Mas vou tentar resumir: Via de regra, é importante pensar que para as contrações musculares provocadas por qualquer tipo de atividade física, é necessário fornecer energia para o músculo. Então para as refeições imediatamente antes da atividade física, carboidratos de rápida absorção são sempre bem vindos: pães, torradas, geleia, tapioca, frutas, sucos, frutas secas, mel... A ...

Continuar lendo...

É muito bom ver as pessoas cada vez mais se preocupando em se alimentar bem, garantir todos os nutrientes para que nosso corpo funcione perfeitamente, e mantenha a boa saúde... mas será que adianta se preocupar somente com o que comemos? Como está sendo feita a absorção e aproveitamento destes nutrientes? Como seu corpo está reagindo à sua alimentação? Como seu intestino anda funcionando?   A saúde e o trânsito intestinal são grandes indicadores de saúde e da boa alimentação, e o que vejo em consultório é que muitas vezes as pessoas subestimam a função do intestino no nosso corpo e metabolismo. O intestino hoje é considerado nosso segundo cérebro, pois é capaz de executar funções de forma independente do sistema nervoso central. Isto por que existem neurônios presentes nas paredes do intestino que conduzem informações, respondem a estímulos e captam estímulos externos - assim como os neurônios cerebrais. Estas respostas neurológicas no intestino ...

Continuar lendo...

Nas avaliações de hábitos alimentares durante minhas consultas, eu sempre pergunto se a pessoa cozinha, gosta de cozinhar e quem cozinha em sua casa. Muitas pessoas dizem que gostam de cozinhar mas não têm tempo, ou que gostam mas que a pouca prática deixa todo o processo muito lento e trabalhoso. Eu, que sempre gostei de cozinhar, venho há algum tempo prestando atenção em atitudes e ferramentas que facilitem o processo e deixem a tarefa de ir para a cozinha prática e mais prazerosa para o dia a dia. 5 dos meus truques para sempre ter refeições saudáveis e rápidas, #therealfastfood. #1 Descascador de legumes Na minha opinião, é um utensílio essencial. Facilita muito o descasque dos legumes (e algumas frutas), e com ele é possível descascar o legume ou fruta bem rente à casca - e assim, minimiza muito o desperdício dos alimentos. 3 modelos diferentes de descascadores de legumes O descascador de ...

Continuar lendo...

Nesta semana o Ministério da Saúde publicou a versão atualizada do Guia Alimentar para a População Brasileira. Este é um documento oficial que tem por objetivo a promoção de saúde e boa alimentação, e aborda os princípios e recomendações de alimentação adequada e saudável à toda a população. Anterior a este, a ultima publicação tinha sido em 2006, e focava bastante em grupos alimentares e porções recomendadas. O foco agora não é mais tanto o combate a desnutrição (que vem em queda já há algum tempo), mas sim a prevenção de doenças crônicas como obesidade, diabetes e doenças cardíacas (crescentes em todo o mundo). A versão 2014 é moderna e trata da alimentação com um olhar bastante interessante, vai muito de encontro com o que eu acredito e tenho usado na minha prática clínica - é nutrição e alimentação saudável aplicada à mudanças de comportamento para atingir objetivos. Eu adorei! ♥ O Guia ...

Continuar lendo...

Na minha temporada na França, além da facilidade de encontrar alimentos saudáveis e do apoio do governo à alimentação saudável (que eu contei neste post), pude notar e vivenciar um fenômeno já bastante conhecido e descrito na literatura: o paradoxo francês. Trata-se da clara discrepância que existe entre o consumo alimentar dos franceses  - que tem muitos fatores que poderiam favorecer o sobrepeso e as doenças cardiovasculares -  e o número real de pessoas acima do peso andando pela rua! A taxa de sobrepeso francesa gira em torno dos 11%, enquanto que o Brasil já chegou aos 50% e os Estados Unidos já passaram dos 60%. Fora isso, os franceses têm a menor prevalência de doenças cardiovasculares de toda a Europa, e o número de mortes causadas por este motivo lá é a metade da encontrada nos Estados Unidos. A culinária francesa #gordura:  Talvez não seja novidade para muita gente, mas os franceses A-MAM manteiga. ...

Continuar lendo...

Sair da rotina é sempre bom, voltar à ela nem sempre é fácil... mas é preciso! E cá estou eu, de volta das minhas mini-férias e, finalmente, de volta às atividades :) Estou pensando neste post desde meus primeiros dias na França, quando inevitavelmente comecei a olhar de forma crítica os hábitos alimentares franceses. Apesar da manteiga ser praticamente a base da culinária francesa, é admirável ver o quanto eles se preocupam em se alimentar de forma saudável. Todos os restaurantes oferecem legumes e/ou saladas, e mesmo os fast foods têm esta opção como acompanhamento. Algumas das minhas refeições Foi também bem fácil encontrar alimentos industrializados de boa qualidade: sucos sem adição de açúcar, barrinhas de cereais compostas 100% de frutas e sementes oleaginosas, refeições prontas sem nada de conservantes ou sódio, granolas riquíssimas em fibras, e em todos os mercados uma grande área reservada para oferecer produtos orgânicos. Suco natural puro, sem açúcar; ...

Continuar lendo...

No último final de semana, postei no insta (@blognutrirbem) uma foto do meu mais novo hobby: minha composteira! Compostagem Por definição, "compostagem é o conjunto de técnicas aplicadas para estimular a decomposição de resíduos orgânicos por organismos heterótrofos aeróbios, a fim de se obter, de forma rápida, um material rico em substâncias húmicas, nutrientes e minerais". Ou seja, é ter uma pequena criação de minhocas, e alimentá-las com cascas de frutas, sobras de verduras e legumes etc, para que elas produzam adubo para suas plantinhas! Não é o máximo?! Projeto Composta SP É um projeto da prefeitura de São Paulo, que tem por objetivo conscientizar e incentivar a população a usar seus resíduos orgânicos e fazer a compostagem doméstica. Dentre os inscritos, 2 mil famílias foram selecionadas a participar voluntariamente do projeto, e receberam um kit de compostagem e plantio. Um dos objetivos do projeto é colher informações sobre os hábitos de compostagem das ...

Continuar lendo...

Não é raro as pessoas chegarem no consultório para uma consulta clássica de perda de peso, e pedirem pela fórmula mágica do emagrecimento. Muitos até insistem por "alguma coisa, daquelas naturais e que não fazem mal, mas que ajudem a emagrecer". Claro que existem coisas naturais, que não fazem mal e que ajudam sim no processo de perda de peso: frutas, verduras e legumes. É impressionante o quanto as pessoas não querem comer estes grupos alimentares, mas adorariam tomar uma pequena cápsula... No último sábado, estive em um evento para profissionais da saúde, onde pude assistir algumas palestras com o tema "Alimentos Funcionais". Conheci um projeto chamado 5 ao dia, no qual as pessoas são incentivadas a consumir ao menos 5 porções de frutas, verduras e legumes por dia para prevenir-se de várias doenças, como as cardíacas, excesso de peso, e até câncer. O ponto é que as cores variadas das frutas e ...

Continuar lendo...

Não tem como negar, a copa já está rolando e é inevitável que o país pare para assistir aos jogos. No melhor estilo Monday Motivation, preparei aqui uma lista de 10 petiscos saudáveis, para começar a semana com pique para curtir os jogos, mas sem ter que apelar para as opções industrializadas e cheias de gordura e sal. #1 Pipoca Sim, pipoca é uma ótima opção com ótimos valores nutricionais. É um carboidrato riquíssimo em fibras, o que faz com que seja absorvido de forma lenta e por isso fornece energia de forma prolongada. Mas atenção: pipoca só se for de panela! As de microondas são cheias de gorduras e sal e não valem o consumo. Mais detalhes sobre os benefícios da pipoca, você pode ver neste post. #2 Nuts Mix de castanhas é sempre uma boa opção. O maior diferencial das castanhas são as gorduras do bem, que atuam como anti-inflamatórias, e por isso ajudam ...

Continuar lendo...