Se tem uma coisa que eu falo e repito quase que diariamente no consultório é a respeito da substituição dos temperos prontos por opções naturais, como ervas finas frescas e secas. Eu já falei um pouco sobre esta substituição quando dei opções para substituir os molhos de salada industrializados por caseiros, neste post (Guia Nutrir Bem para uma salada saudável). Mas o problema dos temperos prontos, desde caldos em cubos ou pós, ou até mesmo em pastas, já não é novidade: muita gordura, sódio, e glutamato monossódico – tem mais sobre este assunto aqui também (Post: Glutamato monossódico: o que você nunca soube sobre ele...). E, já que com frequência as pessoas ficam sem saber como usar as opções naturais, listei algumas das ervas que são fáceis de encontrar por aí e que dão, literalmente, um caldo de sabor nas versões industrializadas. Aqui são só alguns exemplos de algumas ervas ...

Continuar lendo...

Recentemente mostrei no instagram (@blognutrirbem) que estou montando um novo material de atendimento, e entre eles, uma pasta de orientação especialmente feita para as gestantes. Então, junto com este novo material, começa aqui no blog uma série que dirá em detalhes tudo o que a sua alimentação pode mudar na vida de seu filho, desde a gestação até quando a própria criança começará a fazer suas escolhas alimentares. Há muitas possibilidades para preparar e garantir a boa saúde das crianças durante muito tempo. O que sua alimentação pode fazer pelo seu filho durante a gestação?   Controlar o ganho de peso: É uma das grandes preocupações das mães quando procuram o acompanhamento nutricional durante a gestação. É de fato importante e é um dos tópicos a ser discutido e abordado ao longo de todos os nove meses: ganhar peso demais pode ser prejudicial para mãe e filho, pois facilita o aparecimento de outras comorbidades como ...

Continuar lendo...

Que consumir castanhas ou outras sementes oleaginosas é bom, muita gente sabe - e eu inclusive já falei bastante das castanhas aqui: Sobre sementes oleaginosas. Mas o que algumas pessoas sempre perguntam é qual é a melhor forma de armazenar castanhas em casa para que durem bastante, e para que as propriedades nutricionais sejam preservadas? O primeiro cuidado a ser tomado é com a contaminação. Muitos produtos (principalmente quando comprados à granel) estão contaminados com mofo ou pequenos ovos de insetos - ainda que invisível aos olhos. Então o ideal é comprar os produtos já embalados pela indústria ou sempre em locais de extrema confiança, além, claro, de ficar de olho no prazo de validade. Eu mesma adoro compra à granel! Mas precisa tomar muito cuidado... Outro ponto importante é o recipiente onde as castanhas serão armazenadas. É importante que, assim que chegar em casa, sejam tiradas dos saquinhos onde são vendidas, e ...

Continuar lendo...

15 de maio de 2015, hoje é o Dia da Revolução pela Comida, ou Food Revolution Day, campanha criada em 2012 pelo chef inglês Jamie Oliver. Atualmente são mais e 90 países participantes, e o Food Revolution Day é uma campanha para motivar as pessoas a buscarem o conhecimento e direito a uma alimentação saudável. Neste ano, a campanha tem objetivo central conseguir 1.500.000 assinaturas em uma petição online (assine aqui) que pede que a educação alimentar seja uma disciplina obrigatória nos currículos escolares de todos os países que compõem o G20 (fórum internacional para a cooperação global, formado por 19 países e a União Europeia). A ideia é ter os alimentos em sala de aula, mostrar e ensinar as crianças como prepará-los, para que aprendam, na prática, a importância da alimentação saudável - não é demais? :) Este apelo é fundamentado com o número crescente de crianças e jovens com doenças crônicas não transmissíveis (como ...

Continuar lendo...

Nas avaliações de hábitos alimentares durante minhas consultas, eu sempre pergunto se a pessoa cozinha, gosta de cozinhar e quem cozinha em sua casa. Muitas pessoas dizem que gostam de cozinhar mas não têm tempo, ou que gostam mas que a pouca prática deixa todo o processo muito lento e trabalhoso. Eu, que sempre gostei de cozinhar, venho há algum tempo prestando atenção em atitudes e ferramentas que facilitem o processo e deixem a tarefa de ir para a cozinha prática e mais prazerosa para o dia a dia. 5 dos meus truques para sempre ter refeições saudáveis e rápidas, #therealfastfood. #1 Descascador de legumes Na minha opinião, é um utensílio essencial. Facilita muito o descasque dos legumes (e algumas frutas), e com ele é possível descascar o legume ou fruta bem rente à casca - e assim, minimiza muito o desperdício dos alimentos. 3 modelos diferentes de descascadores de legumes O descascador de ...

Continuar lendo...

Ultimamente tenho buscado/inventado preparações que sejam rápidas e completas para refeições que eu não tenha muito tempo para cozinhar. Quem me acompanha no instagram (já segue? é @blognutrirbem) e a página no facebook viu que outro dia eu fiz couscouz marroquino (que é muito prático e eu adoro!), e na semana passada foi a vez da beringela recheada. A beringela (ou berinjela) é um vegetal riquíssimo em fibras, e por isso faz jus à fama de ajudar a reduzir o colesterol e a glicemia, alem de melhorar o funcionamento do intestino. A beringela também tem composição variada de vitaminas e minerais (complexo B, C, K, zinco, magnésio, cálcio, potássio, ferro), o que a confere alto poder antioxidante, função importante para a prevenção de uma série de doenças, inclusive câncer, doenças cardíacas e neurológicas. Esta receita da beringela foi uma adaptação de uma receita que eu encontrei na internet, e serviu muito bem ...

Continuar lendo...

Já fiz postagens sobre isso no instagram (já segue? é @blognutrirbem) e não me canso de falar para meus pacientes: parem de comer peito de peru todos os dias! É normalmente uma daquelas informações surpresa para as pessoas, que vai contra o que elas sempre ouviram no que diz respeito à dieta / alimentação saudável. Então, eis aqui meus motivos para tirar o peito de peru da rotina: 1- não é uma fonte de proteínas! Para ser uma fonte de proteínas o alimento precisa chegar em aproximadamente 30g de proteínas por porção. Então vamos aos cálculos: Para consumir 30g de proteínas em peito de peru, seria necessário consumir 165g, o equivalente a 11 fatias de peito de peru! Mas será que vale a pena consumir 11 fatias de peito de peru? 2 - muito sódio! As embalagens de peito de peru consideram 4 fatias como 1 porção, e nesta conta há aproximadamente 20% do sódio ...

Continuar lendo...

Além das castanhas, a lentilha é também um alimento bastante consumido nesta época de festas, mas são tantos benefícios que deveríamos aproveitá-la mais ao longo do ano. As lentilhas são do grupo das leguminosas, o mesmo do feijão, caracterizados por serem grandes fontes de fibras e proteínas vegetais. O perfil nutricional da lentilha é bastante interessante, veja: - Carboidratos complexos: a grande quantidade de fibras das lentilhas caracteriza os carboidratos presentes como complexos, o que significa que liberam energia de forma lenta para o organismo, e por isso, promovem sensação de saciedade por tempo prolongado. Além disso, 25% das fibras da lentilha são solúveis, que ajudam a diminuir o colesterol e controlar a glicemia. As fibras são também importantes para um bom funcionamento intestinal - Proteínas: a lentilha é rica em proteínas vegetais, e especialmente fonte do aminoácido triptofano. O triptofano é um aminoácido essencial, o que quer dizer que nosso corpo não produz, ...

Continuar lendo...

Como alguns viram no instagram (@blognutrirbem), na semana passada comecei a entregar a lembrancinha de final de ano aos meus pacientes. Pensei muito até resolver o que queria dar, e no fim escolhi por lindos tubinhos recheados de oleaginosas. Muitos dos meus pacientes habitualmente consomem as castanhas em alguma refeição, mas sei que ainda tem gente que tem medo delas por conta de seu valor calórico e teor de gorduras. Mas como aqui não contamos calorias, e sim nutrientes, este post vai dizer porque eu faço tanta questão de incluir as oleaginosas nos planejamentos alimentares das pessoas: Quem são elas?  Nozes, castanhas, amendoim, pistache, macadâmia, avelã, amêndoas, pecãn... Todas estas sementes são chamadas como oleaginosas devido a seu perfil semelhante de nutrientes. Benefícios: # Composição nutricional - macronutrientes: excelentes fontes de gorduras insaturadas – as gorduras que conferem benefícios para a saúde cardiovascular - e proteínas vegetais completas. Tem pouca quantidade de carboidratos, e os ...

Continuar lendo...

Além de um bom molho caseiro (veja opções neste link), outro ponto importante para que a salada saudável do dia a dia seja sempre variada e apetitosa, é apostar na variedade em sua composição, sabores e texturas: o clássico alface-tomate-cebola é ótimo, mas não precisa (e nem deve) ser a única opção do cardápio de casa para as saladas. Dica 01 - folhas: A sugestão aqui sair do trivial alface/rúcula e inovar nas folhas: acelga, chicória, escarola, couve, folhas de beterraba, alface roxa, agrião, almeirão, espinafre, repolho roxo e branco, endívias... Sei que é hábito de muitas pessoas consumir algumas destas folhas na forma cozida/refogada, mas consumi-las cruas pode preservar muitos nutrientes e ajuda a variar a cara da salada. Outra boa ideia aqui, é optar pelas folhas baby, ou ainda inovar com brotos e flores comestíveis. Dica 02 - legumes: Além das folhas, uma salada colorida pede boa variedade de legumes. Experimente colocar na sua salada ...

Continuar lendo...