Bebês

Dicas essenciais para organizar a alimentação no pós parto

Organizar a alimentação das mães no pós parto é sempre um grande desafio. Primeiro porque é um período de grandes novidades: um bebê novo em casa exige ajustes na rotina de todos, revisão de logísticas que estavam já bem estabelecidas… Mas também porque agora o mundo da mãe está girando em torno deste novo serzinho, e qualquer tempo livre será muito disputado entre todos os afazeres e vontades que a mãe tiver deixado de lado.

coloque a máscara de oxigênio em você primeiro

mascara oxigenio

Eu gosto muito de falar nos cuidados com a alimentação da mãe no pós parto com uma visão de auto cuidado. Além de todas as demandas nutricionais que a amamentação exige, o estresse físico e emocional tendem a ficar mais intensos se a alimentação não colaborar com o fornecimento adequado de nutrientes. Por isso, algumas dicas que considero importantes para esta fase e receitas que gosto de indicar:

refeições sempre completas:

pode ser que você não consiga fazer todo o fracionamento das refeições que fazia antes do bebê nascer. Mas não deixe de fazer as principais refeições (café da manhã, almoço e jantar), e tentar que sejam sempre completas. Ou seja, tente colocar em cada uma delas uma fonte de proteína (leite, iogurte, queijo, ovos, frango, carnes, peixes), uma fonte energética (pães, arroz, milho, aveia, granola, quinoa, raízes) e frutas e vegetais variados.

pratos únicos:

Pratos completos (que já contenham todos os grupos alimentares) que podem valer por uma refeição inteira são excelentes. Aposte em sopas, tortas, quibe, ensopados..

congelamento:

Programe-se para congelar comida, ainda durante o período de gestação. Sempre que cozinhar, faça um pouco a mais e congele, para o pós parto. Ou se puder pedir para alguém te ajudar nesta tarefa, e congelar algumas coisas para você, pode ajudar bastante. #rededeapoio

congelamento

Gosto de sugerir preparações que são muito práticas para deixar congeladas como: hamburguer caseiro, arroz, carne de panela, frango desfiado, almôndegas… ou mesmo os legumes que já compramos congelados.

Veja neste e neste post minhas dicas sobre tudo o que você pode deixar congelado.