Receitas

Peixe com crosta de castanhas

Eu adoro comidas crocantes. Isso é algo que eu demorei pra perceber, e quando entendi, até me arrisquei a comer coisas que eu não comia. Por exemplo, abobrinha e chuchu eu só gosto se estiverem al dente. Se estiverem refogados ou cozidos demais, muito moles, eu não gosto. E com peixe sempre foi a mesma coisa. Quando estão cozidos, por exemplo, na panela, eu não gosto muito. Quando vou escolher peixe em restaurantes, sempre procuro algum que tenha uma “casquinha” – como os empanados. Por isso, sempre que eu vejo a palavra “crosta” me chama a atenção. Parece ser mais crocante, mais atrativo pra mim.

Pois bem, encontrei uma receita de peixe com crosta de castanhas:

ingredientes

Para o peixe:

500g de filés de peixe limpos (cação, robalo, pescada, tilápia…)

4 colheres de sopa de azeite

4 dentes de alho picados

1 cebola pequena picada

Raspas de 2 limões

Suco de 2 limões

Sal à gosto

Para a crosta:

1 colher de sopa de azeite

1 colher de sopa de gergelim branco

1 colher de sopa de linhaça

½ xícara de chá de castanhas de caju torradas ou assadas, sem sal

modo de preparo

Pré aqueça o forno a 180°C. Em um recipiente, tempere os filés de peixe com todos os ingredientes, e deixe marinar por aproximadamente 30 minutos, em geladeira.

Depois de marinar, coloque em um recipiente os filés de peixe e o azeite, e misture tudo, envolvendo-os bem. Bata no liquidificador o gergelim, a linhaça e a castanha de caju, até obter uma farinha. Passe os filés de peixe pela farinha e coloque em uma assadeira. Leve para assar em forno médio (180°C), por aproximadamente 20 a 30 minutos. Sirva em seguida.

minhas observações

  • Eu passei os filés de peixe na farinha de castanhas, como se fosse empanar. E para os últimos filés, faltou um pouco de farinha. Depois pensei que uma crosta pode ser apenas na parte de cima, e então poderia ser uma crosta mais grossa – portanto mais crocante. Acho que deve ficar melhor assim.
  • Pode ser interessante untar a forma com um pouco de azeite. Como eu empanei os dois lados dos filés, o peixe não grudou. Mas se não tiver a crosta por baixo, pode ser que grude.
  • Fiz com limão tahiti, mas imagino que com limão siciliano deva ficar incrível!
  • Eu fiquei com dó de jogar os ingredientes da marinada fora e usei para refogar legumes, que servi junto com o peixe. Mas imaginei que em um risoto – também para acompanhar – vai ficar sensacional!

Receitas são assim, pessoal. A gente testa, imagina como seria se fizesse diferente, e depois testa de novo, muda o que precisar….. Essas foram as minhas observações para esta vez que fiz! Quem sabe na próxima terei outros pontos para acrescentar, não é?